http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site5.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site4.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site3.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site2.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site1.jpglink

Sul de Minas recebe Reunião de Prestação de Contas da ALMG

Foi destacando as “boas ações” do Parlamento mineiro no Sul de Minas em seus últimos dois anos de trabalho, que o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Dinis Pinheiro (PSDB), abriu as reuniões de prestação de contas regional, realizadas na Câmara Municipal de São Lourenço e no município de Santa Rita do Sapucaí, respectivamente. 

Dinis ressaltou a presença da ALMG no Sul de Minas, por meio de 36 reuniões realizadas nos últimos dois anos na região. A redução da carga tributária do feijão no Sul de Minas, que é o terceiro maior produtor do País, e ainda a redução de ICMS do etanol, de 22% para 19%, também foram lembradas pelo deputado. Dinis elencou ainda diversas e “importantes” bandeiras levantadas pela Assembleia de Minas, como a Campanha Assine + Saúde e a repactuação das dívidas dos Estados com a União, que, segundo o parlamentar, pode ser um instrumento de promoção da cidadania e justiça social. “Podem confiar no Parlamento de Minas, que tem desempenhado papel vanguardista, pioneiro, desfraldando bandeiras expressivas em níveis estadual e nacional. Sou um defensor de um novo pacto federativo que, certamente, poderá ser um mecanismo de distribuição de recursos e desenvolvimento de Estados e municípios,” exortou.  

O presidente da ALMG defendeu a participação dos cidadãos na esfera pública, dando sugestões e compartilhando a sua experiência. “Queremos o saber e a inteligência de vocês para que possamos zelar mais e melhor por nosso Estado. Meu desejo é poder andar por Minas e constatar que aquele cidadão, sobretudo, o mais simples, saiba que envidamos todos os esforços para melhorar a vida das pessoas”, pontuou.

 

São Lourenço

Em São Lourenço, a “urgente” construção de um aeroporto em Caxambu foi levantada pelo prefeito do município, Zé Neto (PSDB). “Já estamos com as verbas liberadas e o processo licitatório em andamento. Queremos cobrar agora que as obras sejam iniciadas o quanto antes. Trata-se de pleito vital e essencial para o bem da zona turística do Sul mineiro”, destacou. O prefeito solicitou também uma revisão na taxação da água da região, que, segundo ele, é a mais cara, devido aos altos impostos embutidos no produto.  

A criação de uma delegacia de mulheres, melhoria de infraestrutura, mais investimentos em turismo e um projeto de lei que estabeleça que as águas sejam classificadas como recursos hídricos, em vez de minerais, também foram reivindicações da população local de seus representantes vereadores. 

 

Santa Rita do Sapucaí

Já em Santa Rita, a população cobra mais investimentos em educação (construção de uma escola municipal de tempo integral); segurança (pelo menos mais uma viatura, com reforços de policiamento); duplicação da BR-459, construção de passarelas, além de pavimentação de ruas e obras de infraestrutura em geral. 

A comitiva da ALMG foi composta, além do presidente Dinis, pelos deputados: Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), Antônio Carlos Arantes (PSC), Gustavo Corrêa (DEM), Pompílio Canavez (PT) e Tiago Ulisses (PV).

Última modificação emSegunda, 28 Julho 2014 23:38

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.