http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site5.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site4.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site3.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site2.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site1.jpglink

Distrito Federal e outros 12 Estados aderem à Campanha Assine + Saúde

Uma grande mobilização pela saúde pública foi realizada nesta segunda-feira, 27/08/2012, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O Encontro Nacional de Presidentes de Comissões de Saúde das Assembleias Legislativas do Brasil reuniu representantes de 12 Estados brasileiros, além do Distrito Federal (DF), em um movimento suprapartidário. 

O presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), comemorou a atuação da Casa na campanha Assine + Saúde. “O Parlamento mineiro vive um momento especial. A Comissão de Saúde da Assembleia de Minas abraçou o movimento, juntamente com a Associação Médica Brasileira (AMB) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Com isso, vamos dar um show de solidariedade com o apoio de todas as Assembleias Legislativas do Brasil”, ressaltou. 

O presidente da Comissão de Saúde da Assembleia de Minas, deputado Carlos Mosconi (PSDB), lembrou que o país investe, em termos percentuais, menos que países africanos e, na América Latina, é o terceiro país que menos investe em saúde, ficando a frente apenas de El Salvador e Guatemala. “Existe um abismo entre os investimentos do Brasil e outros países da América Latina. Países como a Argentina, por exemplo, investem quase o dobro do que o Brasil em saúde pública. Nós estamos atrás até do Haiti, que é considerado o mais pobre do continente, em percentual de investimento”, alertou.

Durante o encontro, Dinis recebeu do Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde, mais 6 mil assinaturas. Além disso, o presidente da Comissão de Educação, Cultura, Desportos e Saúde da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima, Joaquim Ruiz (PV), informou que seu Estado já coletou cerca de 40 mil assinaturas.

 

Hospital Luxemburgo também aderiu à campanha Assine + Saúde

Seguindo o exemplo de outros hospitais na capital mineira, o hospital Luxemburgo, no bairro São Bento, região Centro-sul de Belo Horizonte, também inaugurou em suas dependências um posto de coleta de assinaturas. O presidente do Instituto Mário Penna, Miguel Martini, lembrou que saúde não é gasto e sim investimento. “É este investimento que nós precisamos ter por parte da União. Os Municípios e Estados já são obrigados a investir e queremos que a União se obrigue a isso. O hospital Mário Penna está à disposição e entrando nesta luta”, completou.

Dinis Pinheiro fez mais um apelo pela participação do povo de Minas e do Brasil em prol de uma saúde pública digna. “Cabe a cada um de nós não só lamentar, mas buscar caminhos claros e identificar as soluções. Vamos juntos, mãos à obra. O Brasil precisa muito do esforço de cada um de nós para transformar a saúde pública do Brasil”, finalizou.

Última modificação emSexta, 25 Julho 2014 16:42

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.