http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site5.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site4.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site3.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site2.jpglink
http://dinispinheiro.com.br/images/banners/banner site1.jpglink

Na Zona da Mata, Dinis cobra pagamento da dívida do Estado com municípios na saúde

O ex-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais Dinis Pinheiro esteve, nesta sexta-feira (22/09), em encontro da Associação Mineira de Municípios (AMM) em Guidoval, na Zona da Mata mineira.
 
Em sua fala, Dinis cobrou do governo de Minas apoio aos municípios, sobretudo na saúde, área em que a administração estadual possui dívida bilionária com municípios e entidades.
 
“São mais de R$ 4 bilhões que o Governo de Minas deve apenas na área da saúde. Somente, em Guidoval, são mais de R$ 600 mil. A prioridade agora não é asfalto. Se o Governo de Minas honrasse seus compromissos na área da saúde, já estaria tendo um senso de responsabilidade”, afirmou.
 
Dinis também criticou as tentativas do governo estadual de atribuir a fatores externos todos os problemas enfrentados por Minas. Nesta quinta-feira (21), o Estado não depositou a segunda parcela dos vencimentos para os servidores que recebem acima de R$ 3 mil.
 
“Por acaso o Paraná está desonrando algum compromisso? Não. E quanto ao Ceará, que vem se destacando na educação pública? Ou para ficarmos mais próximos de Minas, o caso do Espírito Santo, que trata a gestão fiscal como prioridade. O que está faltando em Minas é gestão.”
 
Municipalismo
 
Dinis defendeu a valorização dos municípios como caminho para a melhoria no atendimento de demandas essenciais para a vida da população, como saúde, educação e segurança.
 
“O Brasil tem encarado alguns de seus problemas com peito aberto. Mas se quisermos verdadeiramente combater a corrupção e implementar políticas públicas transformadoras, precisamos levantar a bandeira da causa municipalista.”
 
O encontro da AMM contou com a presença do presidente da AMM, o prefeito de Moema, Julvan Lacerda, de parlamentares e de cerca de 50 prefeitos da região, além de outras lideranças.
Última modificação emSexta, 22 Setembro 2017 18:59

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.